História

Home / História

No final da década de 80, um corretor mineiro, em busca de novos mercados, constatou que havia uma grande massa de brasileiros formada por trabalhadores e operários, pertencentes a classes sociais menos favorecidas, praticamente excluídas do mercado segurador.

Devido às manifestações de insatisfação e dificuldades no relacionamento entre o capital e o trabalho naquela época, a idéia de um seguro social voltado para as classes média e baixa da sociedade se encaixava perfeitamente no projeto em desenvolvimento por este corretor.

Após muitas consultas a vários segmentos empresariais e de trabalhadores, este corretor percebeu que seu produto seria diferenciado e ainda inexistente no mercado segurador. Um seguro de vida em grupo, partindo de conceitos bem definidos, que priorizasse o social e, ao mesmo tempo, se transformasse numa importante ferramenta para as empresas em busca de um melhor entendimento com seus funcionários.

Em 1988, o setor da construção civil passou por uma crise com graves conseqüências sociais. Nessa época, algumas pessoas visualizavam o caos. Por outro lado, este corretor mineiro enxergou uma luz no fim do túnel e criou o Plano de Amparo Social Imediato (PASI). Pioneiro no mercado, o produto foi capaz de democratizar o seguro de vida, que, até então, era privilégio dos mais abastados.

Logo no primeiro ano de existência o seguro PASI foi adotado pela Construção Civil em Minas Gerais, auxiliando e cobrindo milhares de trabalhadores deste segmento e a seus familiares.

Após a aprovação do projeto pelo Sinduscon - MG, o produto PASI obteve um enorme crescimento e sucesso no mercado segurador. Expandiu para outros estados da federação e para outros setores econômicos de igual importância ao da Construção Civil.

O PASI é, hoje, uma referência nacional no mercado segurador. Com empenho e comprometimento, este produto atende perfeitamente às necessidades e carências das classes menos favorecidas, que antes não tinham acesso a este tipo de serviço.

Para seu idealizador, o sucesso do produto deve-se igualmente a dois fatores: o dinamismo do PASI, que fez com que ele se tornasse um produto plenamente adaptável às necessidades do mercado; e o fato de ter sido, desde o seu lançamento, comercializado por corretores de seguros.

Ganhador do prêmio ANSP, conferido pela ACADEMIA NACIONAL DE SEGUROS E PREVIDÊNCIA, o PASI possui, hoje, uma equipe qualificada para atender às expectativas do cliente, com 3.000 corretores cadastrados em atividade e, aproximadamente, 2.500.000 vidas seguradas, distribuídas em 27 estados na Federação.

O PASI ressalta com orgulho o resultado de um trabalho construído com democratização e credibilidade, mostrando que seus propósitos comerciais caminham paralelamente à filosofia social que embasou a sua criação.