Blog

Seguro Estagiários PASI faz sucesso entre as empresas

Atualizado em 15/12/2017 - 00h00

Por Sergio Vitor

logo seguro estagiarios

Os futuros profissionais do mercado de trabalho podem prestar seus serviços mais tranquilamente, após o lançamento de uma proteção exclusiva para eles. Há pouco tempo, o PASI lançou o Seguro Estagiários com proteções exclusivas. O produto, que antes visava oferecer mais uma carteira de serviço aos empresários, trouxe mais visibilidade para a seguradora.

Além de oferecer as coberturas básicas exigidas pela legislação, prevista na Lei 11.788 de setembro de 2008, que mantém os direitos do estagiário sob o empregador, o PASI oferece outros diferencias, garantindo o vínculo estável de ambas as partes.

Em entrevista exclusiva à Revista Seguro Total, a diretora executiva do PASI, Fabiana Resende, revelou a enorme variedade de coberturas que a seguradora oferece. "O seguro possui grandes diversidades ao disponibilizar a cobertura da Diária de Incapacidade Temporária por Acidente e Assistência Funeral em caso de morte".

Além disso, a Companhia possui mais três outras assistências: social, psicológica e nutricional, que proporcionam ao gestor o apoio na condução de seu trabalho. Já para o estagiário, o produto o ampara na resolução de problemas profissionais e pessoais, por meio de psicólogos, assistentes sociais e nutricionistas.

De acordo com Fabiana, a facilidade na contratação desse produto chama a atenção. Ela afirma que a adesão é feita totalmente online, através dos corretores cadastrados na Companhia. "Com apenas três passos, o seguro é contratado. Basta cadastrar a empresa, incluir os dados do estagiário e selecionar o plano de seguro desejado", afirma. Depois do cadastro, o corretor recebe um e-mail com os documentos do seguro e o boleto para o pagamento. "Essa facilidade na contratação tem gerado um grande volume de vendas diárias do seguro", revela. Pioneiro do seguro para o trabalhador no Brasil, o PASI renova suas coberturas para adaptá-las às exigências de sindicatos e à legislação vigente. Apesar de oferecer um amplo benefício ao CLT, a empresa sentiu a necessidade de lançar um produto específico aos jovens que, mais para frente, serão os profissionais do mercado.  

Fabiana Resende

"Dentre outros seguros que pretendemos lançar, o seguro para estagiário foi o primeiro, uma vez que o trabalhador também está dentro das empresas que são nossos clientes e pela oportunidade de um parceiro que possuía uma plataforma tecnológica já desenvolvida, que agilizou o lançamento desse produto", destaca Fabiana.

O seguro virou um grande sucesso ao PASI. Depois do lançamento, muitos corretores se interessaram nessa carteira e passaram a comercializá-la. A consequência disso foi a vinda de novos players à Companhia, oriundas dos corretores que enxergaram uma grande oportunidade de negócios. Fabiana diz que o produto superou todas as expectativas e já observa uma perspectiva de crescimento em 2018.

"Há sim uma perspectiva de crescimento. O número de estagiários no Brasil tem crescido nos últimos tempos impulsionado pela crise e também pelo número de estudantes em curso superior", observa a executiva. Segundo ela, vários profissionais que não conseguiram recolocação no mercado de trabalho iniciaram cursos técnicos e voltaram a atuar como estagiários.

Essas ações dos antigos profissionais que voltaram a ingressar no mercado estimulou a movimentação do setor, aumentando a demanda por um seguro para esse perfil. Consequência da crise econômica, o número de estagiários realmente cresceu no país. Uma recente pesquisa do Webestágios – agência online de estagiários – indicou que, em um ano, no Brasil houve aumento de 216% de estagiários.

 

Matéria publicada na Revista Seguro Total.